Seguidores

sábado, 24 de novembro de 2012

domingo, 11 de novembro de 2012

TEUS CABELOS



 Alberto Afonso landa Camargo

Negros, caindo até
Acariciar-te os ombros...

revoltos, como um mar febril
em ondas perdidas...

esguios e lisos, nas minhas mãos
presos nos meus sonhos...